Página do Microcrédito

o 1º Weblog sobre microcredito/microcredit & microfinanças/microfinanzas/microfinances

Jovens empreendedores recebem microcrédito

Posted by Página do Microcrédito em 7 março, 2012

Mais de 180 jovens empreendedores do município de Cacongo, em Cabinda, receberam na sexta-feira microcrédito do projecto “Sol Amigo”, no âmbito do programa de empreendedorismo junto das comunidades, cujo acto de lançamento foi presidido pelo ministro da Administração Pública, Emprego e Segurança Social, António Pitra Neto.

O acto, que teve lugar na regedoria de Tando Pala, município de Cacongo, foi testemunhado pelo governador provincial de Cabinda, Mawete João Baptista.

O ministro salientou a importância do programa, tendo em conta a inserção da juventude no mundo empresarial e contribuindo assim para o combate à pobreza.

“O programa de combate à fome e à pobreza requer estas iniciativas, para que os jovens tenham a possibilidade de, através dos bancos, obterem o crédito”, sustentou.

Por sua vez, o governador de Cabinda, Mawete João Baptista, referiu que o crédito veio responder às preocupações da população, sobretudo da juventude, que permanentemente reclama por falta de atenção. Por outro lado, na província da Huíla, 31 cooperativas juvenis envolvendo um total de 175 jovens, beneficiaram de aproximadamente um milhão de kwanzas cada, no âmbito do projecto “Crédito Jovem”, destinado a desenvolver pequenos negócios, informou na sexta-feira, na cidade do Lubango, o director provincial da Juventude e Desportos, Francisco Leonardo.

Ao falar à Angop, à margem da cerimónia de celebração de contractos entre os cooperantes e o Banco de Poupança e Crédito (BPC), o responsável disse haver 540 mil dólares para dar continuidade ao programa do governo “Angola Jovem”.

“Esta segunda fase prevê vários negócios estipulados nos regulamentos, previamente estabelecidos, e por isso se deseja um bom desempenho aos candidatos e maior responsabilidade no cumprimento das cláusulas consignadas nos contractos, sobretudo o reembolso no período de um a três anos, conforme o valor do crédito”, asseverou o responsável da Juventude e Desportos.

De acordo com Francisco Leonardo, pretende-se apoiar de forma incondicional os esforços do governo na solução dos problemas da juventude, uma vez que a Huíla, pela sua particularidade e especificidade, tem jovens talentosos capazes de contribuir para o seu próprio desenvolvimento, através do apoio do projecto Crédito Jovem.

A primeira fase do projecto Crédito Jovem, enquadrado no programa Angola Jovem, decorreu em 2008 e beneficiou mais de 87 cooperativas, com o envolvimento de aproximadamente mil jovens.

Fonte: http://jornaldeangola.sapo.ao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: