Página do Microcrédito

o 1º Weblog sobre microcredito/microcredit & microfinanças/microfinanzas/microfinances

Huíla com novos sistemas de abastecimento de água

Posted by Página do Microcrédito em 15 fevereiro, 2011

A Direcção Provincial da Huíla de Energia e Águas vai construir, este ano, 24 novos sistemas de captação e abastecimento de água, que vão beneficiar 94.684 famílias, afirmou, ontem, ao Jornal de Angola, o seu director.

Abel Costa referiu que o projecto se enquadra no âmbito dos programas municipais integrados de desenvolvimento rural e de combate à fome e à pobreza.

O director das Águas na Huíla disse que dos novos sistemas a serem construídos, 15 estão previstos no programa central e nove no local. A construção e reabilitação de 350 furos de abastecimento de água, em várias localidades da província, também fazem parte do plano.

A acção compreende, ainda, captação, tratamento e distribuição de água superficial ou subterrânea e a entrega ao domicílio, com contadores. Além disso, pretende mobilizar e inserir trabalhadores locais na manutenção e gestão dos sistemas. -No ano passado, 416.476 famílias beneficiaram do programa “Água para Todos”.

As administrações municipais, frisou Abel Costa, devem informar quais as localidades que devem ter prioridade, de modo a serem enquadradas nos objectivos e metas constantes no plano de acção.

Microcrédito

O director de operações do KixiCrédito, Laurindo Tchoia, defendeu, no sábado, no Lubango, a promoção do microcrédito para apoiar iniciativas das famílias nas zonas rurais e suburbanas, como uma estratégia fundamental para o combate à fome e à pobreza nas comunidades.

Laurindo Tchoia, que falava ao Jornal de Angola, à margem de um encontro provincial sobre a implementação dos Programas Municipais Integrados de Desenvolvimento e de Combate à Pobreza, que decorreu na sexta-feira e no sábado, disse que “o microcrédito é uma ferramenta de sucesso”.

Em vários países da África Central e da Ásia, sublinhou, teve um grande impacto por ser direccionado a pessoas da base da pirâmide social, com carências financeiras.

“Um dos grandes impactos do microcrédito é a flexibilidade das garantias. Os grupos classificados como pobres não têm garantia por si só. A concessão de pequenos créditos a estes grupos alavanca as pessoas, produzindo resultados na vida dos filhos e das famílias”, referiu.

O director de operações de Kixicrédito declarou que estudiosos do microcrédito chegaram à conclusão que tirar uma pessoa da pobreza leva, no mínimo, nove anos.

“É necessária também a promoção de instituições financeiras não bancárias para as pessoas terem acesso continuado aos serviços financeiros”, disse, lembrando:

“Os banco ainda não podem levar o microcrédito onde é necessário para apoiar pequenas incitativas das populações nas zonas rurais, com pequenos valores”. A população, acentuou, precisa também ser formada e preparada para ganhar cultura do microcrédito, de modo a compreender a sua importância e evitar o endividamento eterno das famílias.

Novos serviços

Laurindo Tchoia anunciou que a KixiCrédito vai instalar, neste trimestre, uma agência na cidade do Lubango.

O grupo alvo da instituição, garantiu, é constituído por pessoas que desenvolvem actividades de comércio, produção e serviços, consideradas pobres, mas economicamente activas, com realce para mulheres que sustentam, em alguns casos, a maioria das famílias.

A KixiCrédito, revelou, abre na Huíla com um pacote de crédito de meio milhão de dólares, boa parte do qual destinado à concessão de micro créditos entre cem e dois mil dólares.

A KixiCrédito, criada há 11 anos, é a primeira instituição financeira não bancária. Está instalada nas províncias de Luanda, Cabinda, Zaire, Huambo, Bié, Benguela e Namíbe.

Fonte: http://jornaldeangola.sapo.ao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: