Página do Microcrédito

o 1º Weblog sobre microcredito/microcredit & microfinanças/microfinanzas/microfinances

Formalização é a melhor maneira para empresa acessar crédito

Posted by Página do Microcrédito em 20 novembro, 2010

O VII Encontro de Agentes de Crédito do Credibahia, aberto nesta quinta-feira (18) e que prosseguiu até o dia 19 no Hotel Sol Bahia, no bairro de Patamares, em Salvador, reúne mais de 200 agentes de crédito que integram o programa de microcrédito do governo do estado da Bahia, que tem o apoio do Sebrae no estado. Durante o Encontro foram premiados os agentes de crédito que tiveram as melhores práticas, em termos de produtividade, com bom índice de renovação e baixa de inadimplência.

O diretor de Suporte do Sebrae Bahia, Antonio Marcos de Almeida, entregou um dos prêmios, uma placa e uma máquina fotográfica, ao agente de crédito Daniel Lima Gomes, de 30 anos, da cidade de Feira de Santana.

Para Daniel a premiação é fruto do seu amadurecimento no programa que participa desde 2008. “O meu amadurecimento se deve ao importante apoio que temos agora da prefeitura e todo o suporte técnico que o Sebrae oferece. Eu aprendi com o Sebrae a melhorar a relação com o cliente e também a mostrar aos trabalhadores por conta própria a importância deles se legalizarem como empreendedores individuais. A partir do momento em que se legaliza, o empreendedor cresce e terá mais condições de acesso ao crédito para aplicar em seu negócio. Nós mostramos a melhor forma de usar o crédito”, explica Daniel.

Na abertura do VII Encontro de Agentes de Crédito do Credibahia, o diretor do Sebrae Bahia, Antonio Marcos de Almeida, disse que o crédito é apenas um meio e que os agentes devem mostrar aos empreendedores, que vão ávidos ao crédito, a importância de empreender, saber onde ele quer chegar.

Antonio Marcos lembrou que o Sebrae Bahia tem conseguido por vários dias consecutivos ser o primeiro estado do Brasil em número de registro de empreendedores. Foram 1.177 empreendedores individuais formalizados na quarta-feira (17).

“Sem a formalização os pequenos negócios não tem como florescer. Também é fundamental a regulamentação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa nos municípios. Já superamos a meta e esperamos até o final do ano a regulamentação em 200 municípios. Em 2011 vamos continuar apoiando o trabalho dos agentes de crédito porque assim como a Lei Geral ele dá sustentação para que os pequenos negócios sejam sustentáveis”, disse o diretor do Sebrae.

O secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia, Nilton Vasconcelos, disse aos agentes de crédito que sem as parcerias com o Sebrae, a Desenbahia e a prefeituras o programa de microcrédito não seria possível. O secretário anunciou que em 2011 o programa de microcrédito vai chegar a R$ 100 milhões em empréstimos.

Nilton Vasconcelos também afirmou que no inicio o programa destacava que o crédito atendia também quem não estava formalizado, mas com a Lei do Empreendedor Individual, o discurso agora é outro. “Com o Empreendedor Individual a formalização ficou mais fácil e o empresário passa a ter acesso a nota fiscal. Isso vai fazer com que tenhamos mais dedicação na ampliação dos investimentos, acompanhamento e qualificação dos empreendedores, o que vai potencializar os seus negócios”.

Na palestra de abertura do encontro o assessor da Secretaria de Articulação para Inclusão Produtiva, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Luiz Felipe Gesteira, falou sobre “As relações entre as políticas sociais e o microcrédito como inclusão produtiva”.

Em entrevista, Luis Felipe Gesteira disse que os grandes investimentos no Brasil, como as obras do PAC – Plano de Aceleração do Crescimento vão gerar empregos nas pequenas empresas e uma demanda maior de empreendedores individuais. “Existem obras como hidrelétricas em áreas do Nordeste, onde as cidades vão demandar o surgimento de novos empreendedores. Quero afirmar também que estes beneficiários do Bolsa Família na Bahia que estão abrindo mão do benefício para se registrar como empreendedor individual, estão tendo postura admirável, mostrando uma das características empreendedoras do baiano que é de assumir riscos e enfrentar desafios”.

Da Agência Sebrae de Notícias

Fonte: http://revistapegn.globo.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: