Página do Microcrédito

o 1º Weblog sobre microcredito/microcredit & microfinanças/microfinanzas/microfinances

Micro-financiamento por celular

Posted by Página do Microcrédito em 25 março, 2010

Transações bancárias por telefone celular já são muito populares na África. É rápido, relativamente barato, seguro e fácil de controlar. E parece ser um meio adequado também para os micro-financiamentos. Será que os analistas de crédito vão se mandar para as savanas com seus computadores portáteis? Isso logo vai estar acontecendo no Quênia.
Por Johan Huizinga

Lukas Wellen é um economista que há muitos anos trabalha com microcrédito. Ele ajudou a montar bancos de microcrédito na Ucrânia e nos Bálcãs, coordenou programas da Organização Holandesa de Desenvolvimento (SNV) no Vietnã e no Camboja e recentemente tem supervisionado projetos na África Oriental.Em muitos destes projetos ele encontrou o mesmo problema: o departamento de TI dos bancos de microcrédito é que forma o gargalo. A administração de todos os dados envolvidos nos empréstimos, como pagamentos e o comportamento dos devedores, ainda é praticamente toda feita a mão.

Know-how
Às vezes é difícil transferir informação entre diferentes programas de software, computadores antigos não podem lidar com fluxos de dados complexos ou não há suficiente know-how para que o sistema inteiro funcione de maneira eficiente.

O resultado desta gestão de dados abaixo do padrão é que há insuficiente controle sobre os empréstimos, de maneira que os investidores não têm confiança suficiente e se retiram do projeto. O banco então fica muito pequeno e não consegue atrair dinheiro suficiente para prover empréstimos para períodos maiores que alguns poucos meses.

Clientes desistem
Um outro problema apontado por Lukas Wellen é que clientes de instituições de micro-financiamento muitas vezes desistem depois de alguns meses. Eles não conseguem ver o por quê do empréstimo, uma vez que, em geral, trata-se de empréstimos em grupo, nos quais um número de pessoas atuam como fiadores entre si.

Eles acham que os encontros semanais dos grupos, o recolhimento de dinheiro para o pagamento, a contabilidade e a transferência de dinheiro para o banco exigem muito tempo. E, como diz uma piada local, “se houver um bar no caminho entre a reunião do grupo e o banco, o dinheiro nunca irá chegar”.

Fraude
segundo o economista, fraudes acontecem apenas em uma pequena porcentagem dos casos. No entanto, há muitos estágios em que as coisas podem dar errado.

Já a transação pelo celular elimina muitos destes obstáculos. O pagamento semanal para o banco pode ser feito com uma simples mensagem de texto. Todos os dados vão diretamente para o computador. Administração manual e recibos de papel se tornam praticamente desnecessários, uma vez que tudo pode ser controlado diretamente pelo celular e o devedor não tem que correr até o banco antes das três da tarde para depositar antes que feche.

Mais seguro e mais barato
Os encontros de grupo podem ser mais curtos, já que o dinheiro não tem que ser contado, e não têm que acontecer em local próximo ao banco. Podem ser em outro lugar já frequentado pelos membros semanalmente, próximo a uma igreja ou mercado, por exemplo. Ou seja, micro-financiamento por celular é mais eficiente, seguro e barato para o cliente.

O professor Robert Lensink, economista da Universidade de Groningen, na Holanda, é especialista em pesquisas sobre microcrédito. Ele vê as transações bancárias por celular como um grande passo, por tornarem as transações mais seguras. Pessoas que ganharam muito dinheiro em seu negócio não querem correr o risco de serem roubadas no caminho de casa. E uma vez que elas não têm que ir pessoalmente ao banco, também é mais barato.

No entanto, Lukas Wellen enfatiza que a vantagem para o banco é mais significativa. Eles podem ter controle direto e previsão do comportamento de pagamento dos devedores, o que torna mais fácil atrair investidores, que podem ter uma clara perspectiva financeira.

De fato, bancos de microcrédito já não precisam de filiais locais. Com um laptop e um celular, o controlador de crédito pode ir a toda parte para fazer seu trabalho.

O conceito, naturalmente, só é aplicável a regiões onde transações bancárias por celular já são populares. Na África Oriental, os celulares parecem destinados a estar no centro do microcrédito moderno.

* Lukas Wellen é CEO da Musoni micro-financiamentos.

Fonte: http://www.rnw.nl

Uma resposta to “Micro-financiamento por celular”

  1. […] https://microcredito.wordpress.com/2010/03/25/micro-financiamento-por-celular/ […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: